Artigos

Motivação e Emoção,necessidades da Teoria da Pirâmide de Maslow

Quando um estímulo induz um comportamento direcionado a um objetivo, dizemos que ele MOTIVOU a pessoa.
…se refere à vivência de sentimentos como o medo, a alegria, a surpresa e a raiva.

Motivação e Emoção
Estudo do que nos move…

Já a EMOÇÃO…
Entendido?

Entendemos a diferença?

Um MOTIVO é uma necessidade ou um desejo específico que estimula o organismo e direciona seu comportamento para um objetivo.
Motivação X Emoção
Todos os motivos são iniciados por algum ESTÍMULO:
uma condição física, como desidratação; um detalhe do ambiente, como uma propaganda de “liquidação”; ou um sentimento, como a solidão, a culpa ou a raiva.
Mas nesse momento, vamos voltar nossa concentração à…
MOTIVAÇÃO
TEORIAS SOBRE MOTIVAÇÃO
instinto
teoria da redução dos impulsos
teoria da ativação
Motivação intrinseca e extrínseca
Escreva o que te motiva a estudar e seguir na universidade todas as noites.
A motivação intrínseca pode ser reduzida pelas recompensas…

Nem sempre fica claro se um comportamento é motivado intrínseca ou extrinsecamente…

Quando buscamos atividades em razão da nossa motivação intrínseca, é provavel que fiquemos e permaneçamos fascinados, além de nos sentirmos felizes.
Uma hierarquia de motivos…
Abraham Maslow
organizou os motivos em uma hierarquia, dos inferiores aos superiores.
Os motivos inferiores originam-se das necessidades corporais que precisam ser saciadas.
À medida que subimos na hierarquia, os motivos passam a ter origens mais sutis.
e as Emoções?
Quando emoções básicas existem?
Segundo (Cacioppo e Gardner, 1990) se as emoções não fossem mantidas sob controle, seriam descarregadas de maneira devastadora sobre as capacidades mentais superiores, como o pensamento racional e tomada de decisão.
No passado as emoções eram um instinto básico – um vestígio de nossa herança evolutiva que precisava ser reprimido
Hoje elas são consideradas essenciais para a sobrevivência e uma importante fonte para o aperfeiçoamento pessoal (National advisory Mental Health Council, 1995)
De acordo com (Lazarus, 1999; O´Leary, 1990) as emoções estão relacionadas as variações na função imunológica, e sendo assim, também às doenças. Para (Colemn, 1997) elas podem influenciar no fato de sermos bem sucedidos ou não.
AS EMOÇÕES SÃO AS MESMAS PARA TODAS AS PESSOAS, INDEPENDENTEMENTE DA CULTURA?
Para Robert Plutchit(1980), existem oito emoções básicas: Medo, Surpresa, Tristeza, repusa, Raiva, antecipação, Alegria e Aceitação.
Cada uma dessas emoções contribui para produzir um espectro de experiência mais amplo.
Antecipação + Alegria = Otimismo
Alegria + Aceitação = Amor
As emoções ocorrem devido a intensidade com que as vivenciamos, e de acordo com a cultura a que pertencemos. Segundo os antropólogos, a existência de enormes diferenças no modo como outras culturas, veem e classificam as emoções.
A língua inglesa tem mais de 2.000 palavras pra experiências emocionais.
A língua chinesa tem 750 palavras
Algumas culturas tem somente 7 palavras.

Enquanto algumas culturas não têm palavras para designar, “ansiedade, depressão e culpa”.

Outras, tem 1 que significa ao mesmo tempo, Amor, Simpatia, Compaixão e Afeição.
Emoções diferentes na nossa cultura (Russel, 1991) e em virtude de diferenças entre culturas buscou-se distinguir as emoções em Primárias (Medo, Raiva e Prazer, podendo incluir também a Tristeza, a Repulsa e a Surpresa) e Secundárias ( são as amalgamações sutis das emoções primarias).
TEORIA DE JAMES-LANGE
(1980)
os estímulos do ambiente, provocam alterações físicas em nossos corpos, e as emoções se originam dessas mudanças fisiológicas.
CHAWALISZ, DIENER E GALLAGHER, 1988 – Se as mudanças corporais fossem a origem das emoções, as pessoas portadoras de danos na medula espinhal, deveriam sentir emoções menos intensas, e com frequência menor.
TEORIA DE CANNON-BARD
Afirma que nós processamos mentalmente as emoções, e ao mesmo tempo respondemos fisicamente, e não o contrário.

TEORIA COGNITIVA
Diz que, a situação nos dá pistas de como devemos interpretar nosso estado de estimulação; em seguida utilizamos as informações relativas a situação para saber como reagir.
OBJEÇÕES A TEORIA COGNITIVA
1º – como bebes podem imitar expressões faciais, desde os 12 dias, sem ter adquirido a linguagem.
2ª – é o fato das emoções poderem ser sentidas sem a intervenção da cognição.
EMOÇÕES NÃO VERBAIS
= TIMBRE DE VOZ, EXPRESSÃO FACIAL, LINGUAGEM CORPORAL, ESPAÇO PESSOAL E ATOS EXPLÍCITOS.

As emoções tem uma história evolutiva, reconstituídas através das culturas como parte de nossa herança biológica?

HOMENS E MULHERES TÊM DIFERENTES TIPOS DE EMOÇÕES, MAS MESMO ASSIM NÃO SÃO MENOS EMOTIVOS.
APENAS PRODUZIMOS MENOR ATIVIDADE CEREBRAL.
O LUGAR ONDE VIVEMOS INFLUENCIA NOSSAS EMOÇÕES?
INDIVIDUALISMO OU COLETIVISMO?

Publicidade
Artigos

Fatos Sobre Profecia Auto Realizadora, Segundo a Psicologia Social

Algumas pessoas tem uma capacidade incrível de atingir seus objetivos com mais rapidez e eficiência, que as outras. Sabe por que isto acontece? Porque elas usam a força do pensamento para atrair aquilo que desejam, para atingir suas metas. Elas usam da positividade, da fé, utilizam a energia criadora que emana de todas as coisas para serem mais felizes em suas vidas.

Rhonda Byrne em seu livro “O segredo”, alega que:

“Sua mente tem um poder de fabricar a realidade. O que você pensa, você sente, o que você sente, você vibra, o que você vibra, você atrai para si. Somos seres vibracionais que interagem com o universo.”

Cientificamente, estamos falando de física quântica. De acordo  com o físico nuclear Amit Goswani, professor emeríto do Instituto de Física da Universidade de Oregon, nos Estados Unidos:

“Quando você toma contato com seus princípios, fica atento às possibilidades que existem a sua volta e também às escolhas que essas possibilidades oferecem. As pessoas tornam-se, então, livres para ser criativas com sua vida. Também passam a acreditar que podem promover mudanças em seu destino. Essa nova postura é fundamental para ampliar a espiritualidade e fazer com que deixem de valorizar apenas o que há de material a sua volta.”

O desenvolvimento desta percepção aguçada de que tudo está interconectado, promove benefícios energéticos para sua existência e ativam a sua “divindade”. O próprio Joshua Ben Pandira, ou Jesus Cristo como preferirem, um dos grandes líderes espirituais que presentearam nosso planeta com sua presença, já pegava e praticava a física quântica e o poder do pensamento positivo. Ele afirmou em uma de suas pregações:

“A fé move montanhas! Acredite que ela se move e ela se moverá.”

Fé é energia, pensamentos são energias, nós somos energias e como tal somos imortais, porque energia, não morre, não desaparece, e esta presente em cada parte do universo.

Mas, o verdadeiro questionamento que temos de nos fazer é  como potencializar a força criadora, como faço promover esta mudança em minha vida? A resposta também vem da religião, foi em 1946 nas cavernas do Mar Morto, que os cientistas encontraram o Grande Código de Isaías, contendo várias chaves sobre a nossa existência, sobre nosso papel na criação. Dentre estas chaves, foi encontrado um modelo perdido de oração capaz de curar nossos corpos, almas, coração, além de impedir grandes tragédias que poderiam assolar a humanidade:

“Com as palavras de seu tempo, os Essênios nos lembram que toda a oração já foi atendida por Deus.”

Podemos potencializar nossas realizações reforçando nosso pensamento positivo com palavras, que nada mais são do que expressões sonoras vibracionais dos nossos pensamentos. É o que é conhecido hoje na psicologia da comunicação  como profecia auto realizadora.  O que vem a ser isto? Profecia auto realizadora é a tendência que nos seres humanos temos de profetizar algo, normalmente, quando alguém profetiza algumas palavras a nosso respeito ou a respeito de nossas vidas, nossa tendência natural é nos prender a fala do nosso locutor, seja esta profecia benéfica ou não para nossa vida. Porém, muitas vezes não nos damos conta disto. Quem nunca ouviu a celebre frase dita por Albus Dumbledore, personagem fictício da saga de livros Harry Potter:

“Palavras são, na minha nada humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia. Capazes de causar grandes sofrimentos e também de remediá-los”.

Esta frase tão simples, descrita em um livro infanto-juvenil aborda de forma esplendorosa ideias milenares, que devem ser usadas com sabedoria para proporcionar qualidade de vida e bem estar pessoal, profissional, emocional e espiritual para as pessoas de todas as idades. A palavra tem poder, e através do uso das palavras nós somos capazes de conceber coisas incríveis. Por sermos seres extremamente simbólicos, os psicólogos comportamentais acreditam que estamos propensos a fazer exatamente o que se espera de nós. Isto ocorre quando pronunciamos ou ouvimos palavras, neste momento quando estas áreas cerebrais de extrema emoção e sentimentos são acessadas, se tornam gatilhos para determinados comportamentos. Portanto, se uma pessoa espera o nosso melhor é bem provável que ela tenha o nosso melhor, se ela espera o nossa pior, ela terá como resposta o que há pior em nossa personalidade. Porque, dependendo da entonação, vibração, ritmo e força com que esta palavra é dita, ela é capaz de acessar áreas do cérebro responsáveis pela auto realização do que acreditamos ser real.  As palavras determinam o que a pessoa tem como auto imagem, por este motivo praticar o pensamento positivo é fundamental para atrair boas vibrações, e se este pensamento positivo for reforçado pela repetição de palavras haverá uma modificação não só na sua percepção, mas na percepção de todos que os cercam.É por isto, que é tão importante pensar antes de falar, as palavras determinam nossa realidade, e, por conseguinte, determina nossa postura frente à vida. Portanto, lembre-se ao escrever  sua história , não deixe mais ninguém segurar a caneta.  O que fazemos na vida é determinado pelo que comunicamos a nós mesmos, seja consciente, pense positivamente e use as palavras com sabedoria.

Artigos

Teste de Personalidade

ttp://www.rgnovidades.com/2148645/teste-de-personalidade—o-que-a-palma-da-sua-mao-diz-sobre-voce/

Fonte: Teste de Personalidade

Artigos

Teste de Personalidade

http://www.redematerias.com/2148645/teste-de-personalidade—o-que-a-palma-da-sua-mao-diz-sobre-voce/

ttp://www.rgnovidades.com/2148645/teste-de-personalidade—o-que-a-palma-da-sua-mao-diz-sobre-voce/

http://www.noticiasaplicativos.com/2148645/teste-de-personalidade—o-que-a-palma-da-sua-mao-diz-sobre-voce/

Artigos

”A diferença entre atração física, amor e a paixão, segundo seu cérebro”

ahr0cdovl3d3dy5jbglja2dyyxrpcy5jb20uynivzm90b3mtaw1hz2vucy9jyxnhbc9hsfiwy0rvdkwzzdnketvqykdsameyzhlzwfjwy3k1amiymhvzbkl2wm05mgiztxrhvzfowjjwdwn5owpzwe5oykm5afngsxdzmfj2zgt3elpetmtlvfyzv1zos2ngcehwbwhp

Como o  amor socialmente aceita em relacionamentos, e um campo bastante peculiar das relações humanas, eventualmente a gente desiste de tentar entender a diferença e apenas vive a vida, mas se você é um ser humano adulto, provavelmente já se perguntou o que era aquilo que estava sentindo por alguém.Segundo Sigmund Freud afirma a seguinte frase Em última análise, precisamos amar para não adoecer.Como o amor é uma loucura socialmente aceita e relacionamentos são um campo bastante confuso das relações humanas, eventualmente a gente desiste de tentar entender a diferença e apenas vive a vida, mas se você é um ser humano adulto, provavelmente já se perguntou o que era aquilo que estava sentindo por alguém.é que, embora desejo e amor sejam sim coisas diferentes dentro do cérebro, o primeiro pode se transformar no segundo. Um estudo da Universidade de Concordia, em Montreal, no Canadá, trouxe elementos novos para a explicação de como o cérebro processa amor e paixão e as diferenças e semelhanças entre esses dois sentimentos.De acordo com as descobertas, amor e sexo são interpretados pelo cérebro como duas coisas diferentes, obviamente. Mas existe uma região em que eles se sobrepõem. E isso significa que uma relação que começa baseada puramente em desejo pode sim se transformar em amor.De acordo com o Chemestry.com, dá pra aumentas as chances de alguém se apaixonar por você (ou de você se apaixonar por alguém): é preciso fazer juntos atividades que liberem picos de dopamina. Depois de um orgasmo, você tem um pico de dopamina. Mas fazer coisas novas e espontâneas juntos também libera o hormônio, associado com energia, criação de laços, motivação e alto nível de atenção. Não dá pra garantir nada, mas dá um empurrãozinho. É por isso que dizem que o amor é uma construção: fazer coisas legais junto com alguém pode, sim, construir amor entre vocês dois.

Atração Física 

download

É aquilo que você sente por uma pessoa que possui uma ou mais das características que você admira. É o que você sente por alguém que com a sua aparência ou comportamento consegue estimular a sua imaginação, a sua curiosidade, o seu desejo.

AMOR

fotos-de-beijos-1

É aquilo que se sente quando se encontra uma pessoa incrível e passa tempo suficiente com ela para ter certeza de que ela é realmente especial. O amor não acaba no dia seguinte, não acaba depois de uma briga nem com a distância. O amor não acaba nem mesmo quando nos pegamos sentindo atração por outra pessoa, e é por causa dele que decidimos não magoar a outra pessoa em nome de uma satisfação momentânea. O amor não se programa, não se compra, não se finge.Você para de projetar tanta expectativa nos outros. Você aprende a se relacionar com os pés no chão. Você é alguém apaixonado pela vida. Você gosta do que faz. Sente-se realizado. Você sente que o amor faz parte de sua vida. Tem vontade de colaborar com as pessoas, com o mundo. É generoso, solidário. Você participa da vida dos outros. Você compartilha sua vida com alguém especial, com quem tem boas e muitas afinidades.Sabe conversar, mostrar o que pensa e sente. Ouve e escuta. Olha e vê. Percebe. Convive com a imperfeição.Sente um carinho um pelo outro.

PAIXÃO

images

Projetamos na pessoa algo que desejamos. Na paixão não conseguimos ver o outro da forma que ele é. Isso não quer dizer que estar apaixonado não seja muito bom. Hormônios circulam fortemente em nosso corpo, somos tomados por uma sensação que, muitas vezes, se assemelha a alguma droga. E quando a pessoa se ausenta e somos impossibilitados de estar com ela, sofremos. Sofre o ego, sofre aquele que é carente, sofre quem não sabe viver só. Na paixão sentimo-nos dependentes.